Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2007

Ubatuba

Ubatuba me parece ser um daquelas ilhas de natureza no meio da modernidade (e que graças ao bom Deus continue assim).

Essa foto foi tirada na praia do Bonete, quando 2 grupos de 5 golfinhos apareceram na praia. Os pescadores da região dizem que eles são muito comuns por ali. Vindo às praias todos os dias de manhã e a noite para se alimentar.



Enquanto escrevo, pensei em ressaltar que os banhistas ricos, que se deslocam para o Bonete de lancha, e que são mais instruídos me surpreenderam ao demonstar mais desrespeito e ignorância quando avançavam sobre os golfinhos, para tirar fotos, afugentando-os. Enquanto os pescadores sabiam muito bem a que distância ficar e que deveriam desligar os motores - mas pensando bem, isso não é nenhuma novidade.



Esse outro barqueiro da região me disse que é muito comum ver tartarugas e golfinhos na região, mas que apesar da beleza e da beleza do mar da região, quem tem contato com a natureza, percebe que as coisas já não são como antes. Hoje com uma grande…

Lua

lua
Originally uploaded by conras. Essa foto foi um teste com um telescópio de 114mm. Coloquei a camera na ocular e bati a foto.

A lua estava crescente. Na metade. O círculo da imagem é da ocular. Já a sombra na parte de baixo sim é o que da a forma a crescente (1/2).

Governo admite que valor "é totalmente desatualizado e totalmente injusto"

Exatamente meu povo, você acharam que nunca haveria no Brasil um governo que admitisse que o valor cobrado é, nas palavras do ministro Celso Amorim, totalmente desatualizado e totalmente injusto?

Pois estão enganados. Nosso Presidente Lula se reuniu com o presidente da Bolívia, Evo Morales, para negociar o valor do gás, importado pelo Brasil. A reunião foi dada como "auspiciosa" (não achei o significado disso, mas quer dizer algo como "excelente").

A Bolívia conseguiu nesta quarta-feira reajustar de US$ 1,19 para US$ 4,20 o preço do gás para a Termocuiabá, que abastece o Mato Grosso. O reajuste representa um aumento de 252%
(Quarta, 14 de fevereiro de 2007, 21h11 - Fonte: INVERTIA)

Achei de certa forma irônico e estou cansado de ver esse mundo rodar em torno do petróleo.

Gostaria muito que alguém aparecesse na televisão com um carro a hidrogênio e energia solar de baixo custo e filmassem os xeiques do Oriente, Bush, Evo Morales e essa cambada perguntando o que eles ac…

Comerciais criativos.

Os comerciais acabaram deixando de ser algo chato, para vender produtos com inteligência e criatividade.
Eu que detestava quando entrava um comercial ... mudava de canal ... agora busco blogs só sobre comerciais, onde encontro maravilhas da inteligência e criatividade como o comercial abaixo.

Do meu perfil no Orkut...

com os relacionamentos anteriores aprendi:Que algumas as pessoas confundem amizade com amor, outras confundem amor com amizade, outras se confundem e esquecem de confundir um com o outro e eu que fiquei meio confuso, não sei qual eu confundo e acabo não aprendendo nada.

(Puxa, as vezes eu acho que sou a reencarnação do Douglas Adams. Só me dou por satisfeito quando lembro que ele era ateu e não acreditava nisso).

Poá - Estância Hidromineral ... mas vamos maneirar, né?

Post com atitude e cidadania.

O cidade de Poá é uma estância hidromineral, quer dizer, jorra água por suas fontes e no caso desse trecho da cidade, também por seus vazamentos. Não quero fazer alvoroço em cima disso, um ou outro vazamento é algo normal, mas desde que eu me conheço por gente, moro na mesma rua e sempre temos vazamentos nos mesmos pontos. Sem exagero dá para dizer que é anual ou mais até.

E é sempre um chamando o outro. A mais de 7 dias iniciou um vazamento na altura da lombada (foto)

Então vieram, fizeram um buraco no mesmo lugar onde sempre fazem buracos quando tem vazamento ... verteu água, muita água por 1 dia e 1 noite e agora surgiram mais 2 vazamentos. (foto1 e foto2)

Hoje eu vi o terceiro (também velho conhecido) que cria um rio correndo por dentro da cidade (foto).

Ajude a manter a Wikipédia no ar - mesmo sem colocar a mão no bolso!

O BR-Linux.org lançou uma campanha para ajudar a Wikimedia Foundation a manter a Wikipédia no ar. Se você puder doar diretamente, é sempre a melhor opção. Mas se não puder, veja as regras da promoção do BR-Linux e ajude a divulgar - quanto mais divulgação, maior será a doação do BR-Linux, e você ainda concorre a um pen drive!

Soldado

Eu estava com o rabo gelado de ficar sentado naquela neve.

Meus outros companheiros de pelotão estavam sentindo o mesmo.

-Diabos, quanto tempo mais teremos que ficar aqui? - um soldado perguntou.

Sabiamos que não levaria muito tempo mais. Podiamos ver na base da colina as tropas inimigas avançando. 3 pelotões acompanhando de unidades da infantaria motorizada e nós eramos apenas 7 que sobraram de unidades diferentes. Estavamos ali a alguns dias, defendendo aquela ponte, quando soubemos do ataque inimigo.

Nosso país estava sobre ataque. O cenário europeu estava de cabeça para baixo com a segunda guerra. Itália, Alemanha, Rússia, França, Inglaterra e agora os Estados Unidos e o Canadá vieram para a festa. Sabiamos que isso ia acontecer. O dia em que nosso povo, já fraco, humilhado, derrotado e marginalizado de batalhas passadas, seria novamente ameaçado.

Era por isso que estavamos alí, não era? não por nós, mas pelo nosso povo, para evitar que as forças inimigas novamente nos sobrepujasse. Es…

Portões de fogo (2) + Aníbal

Por mais animado que eu estivesse para escrever sobre o livro Portões de Fogo, ontem, eu já sentia o sono, irmão da morte, subir pelos meus pés (homenagem a Tati!) e não consegui fazer jus ao livro.

Então volto com um segundo post para realçar o que anima em ler um livro como esse. Além da belíssima escrita, a história é facinante. Nos remonta a um tempo onde o Rei luta ao lado de seus soldados, um tempo onde a guerra é feita por motivos nobres e a honra e a coragem do homem é o maior de seus bens.

Muito diferente de hoje em dia, onde generais conduzem as guerras de um QG a quilometros e quilometros de distância do campo de batalha e onde honra é algo esquecido por muitos. Foge do que se vê hoje em dia em qualquer cidade e naqueles que se dizem "guerreiros". É algo digno de inveja ler sobre o relacionamento das pessoas, dos guerrerios e dos seus Reis; ou sobre a forma que uma cidade é construída, como a luta é travada, como os inimigos se enfrentam com dignidade; Como esses ho…

Portões de fogo.

Podia dizer como sempre ... blá blá blá, tô lendo um livro e blá blá blá...

Mas esse, esse é especial. Não melhor nem pior que outros. Acontece que esse, Portões de fogo, fala sobre a batalha das Termópilas (do Grego Θερμοπύλαι, thermopylai, significando "portões quentes").

Um antigo estreito situado no centro da Grécia, e que devem o seu nome ao fato de no seu interior existirem duas fontes sulfurosas, sendo que o estreito – uma simples faixa de areia entre o mar e o desfiladeiro –, em três dos seus troços (as três «portas», donde o estreito houve o seu nome), era de tal forma estreito que, de acordo com a narrativa do historiador Heródoto de Halicarnasso, apenas podia passar um carro de cada vez (Histórias, Livro VII, 176).

Não vou aprofundar muito sobre a batalha, quem desejar mais informaćões veja o post sobre o filme 300

O livro envolve uma história real com uma história fictícia em uma bela narrativa. Para quem é maluco por isso, existem momentos que enchem o coraćão e ar…

Pichar já foi algo decente!

Existe um estudo feito sobre textos, em latim, escritos em carvão nas paredes de Pompéia, cidade destruída pelo vulcão Vesúvio. Segundo o estudo, existem cerca de 15000 inscrições parietais recolhidas de Pompéia. Os graffiti são bastante numerosos e diversificados, pelo hábito dos seus habitantes de todas as faixas etárias de rabiscarem as paredes com carvão.

O texto cita também que os habitantes locais zombavam do próprio hábito de rabiscarem as paredes numa linguagem bastante literária, conforme atesta o trecho abaixo:

Admiror, paries, te non cecidisse ruinis, qui tot scriptorum taedia sustineas
(Admira-me, parede, não teres caído em ruínas, tu que agüenta o tédio de tantos escritores).
(CIL, IV, 1904)

Ah! como seria bom se os pichos de hoje tivessem tanta qualidade :)
Uma outra frase que gosto, e mandei a primeira parte para um bocado de gente, que gostou também, é a seguinte:

Quisquis ama, valia, Peria qui nosci amare! Bis tanti peria quisquis Amare vota.
(Viva todo aquele que ama, pereça…