16 de abril de 2007

Veja só...

Não sei porque eu insisto em ler a Veja. Só passo nervoso. Não com a revista em sí, mas com as notícias que ela traz. Sempre tem alguma coisa envolvendo desvio de dinheiro público e sinceramente, não gosto de ver meu dinheiro vagando por aí ...
Dizem que o pior cego é aquele que não quer ver, acho que o pior cego é aquele que vê, não gosta e não faz nada a respeito.

Eu já cansei de tentar mobilizar alguma manifestação ... na verdade, sou um fiasco para isso. Tentei conversar com profissionais experientes, como o pessoal do Flashmob - aquelas manifestações sem sentido onde um monte de gente se reune para nada. Não faço idéia do que fazer ... então vou continuar escrevendo aqui e vou fazer uma relação das barbáries apontadas pela Veja, feita com nosso dinheiro e somar a quantia reportada na medida do possível.

Vamos aos fatos:

Veja, edição - ano - n.15 - 18/04/07
- Veja essa - pg 46 - Presidente da ANAC, Milton S. S. Zuanazzi diz que "a crise do trafego áereo está longe de ser uma crise" e que foi superada em 2004
- Brasil - pg 50,51 - Jader Barbalho (aquele investigado pela Sudam) consegue transferir a sociedade de uma televisão que deve R$ 80.000.000,00 (milhões) de reais para a união, faz um cambalacho, continua com a TV e provavelmente não vai pagar a dívida. Tudo sobre as barbas do Lula.
- Brasil - pg 56 - Lula pede prorrogação da CPMF (tirar do nosso bolso pode, do de Jader não!)
- Brasil - pg 58 - Congresso aprova às pressas (sem se dar conta ou ler) projeto que permite a autores de crimes hediondos (na reportagem é dada enfase aos assassinos do João Hélio - você ainda se lembra dele?) respondam em liberdade.
Brasil - pg 62 - Sede da Procuradoria Geral do Trabalho foi orçada em R$ 20.000.000,00 (milhões - logo você se acostuma) e vai custar R$ 130.000.000,00

Total: R$ 190.000.000,00
Postar um comentário